A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, durante o último final de semana (23 e 24 de fevereiro), foram registradas apreensões de entorpecentes nas penitenciárias II “Nilton Silva”, III “José Aparecido Ribeiro” e no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), de Franco da Rocha, unidades administradas pela Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro). 

Com suposta droga sintética (K4) escondida em meio a fatias de queijo e de presunto, a mãe de um sentenciado da Penitenciária II “Nilton Silva”, de Franco da Rocha, tentou entrar na unidade no último domingo (24). O entorpecente foi encontrado após o recipiente plástico, que guardava a comida, ter sido revistado pelos agentes de segurança de plantão.
Na Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro”, de Franco da Rocha, no último sábado (23), duas visitantes foram flagradas com ilícito análogo à maconha. Uma delas levava 12 gramas da substância no cós de sua calça, que foi vista através de revista no scanner corporal. A segunda ocorrência do dia foi identificada em maços de cigarro. 44 gramas de substância análoga à maconha estavam escondidas dentro de cigarros. 

Ainda em Franco da Rocha, no Centro de Progressão Penitenciária, no sábado (23), a companheira de um sentenciado da unidade foi surpreendida durante revista no scanner corporal com um invólucro contendo entorpecente escondido em sua genitália. Após as imagens do aparelho detectarem um objeto de formato arredondado, a visitante foi questionada e afirmou não carregar nada consigo. 

Diante do fato foi solicitado o deslocamento da mulher ao pronto-socorro local, onde passou por consulta médica e foi constado que portava dois invólucros contendo substância análoga à cocaína. Todos as apreensões realizadas em unidades prisionais de Franco da Rocha foram registradas no Distrito Policial do município. 

Deve-se observar que visitas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visita.