Último mês para a entrega do Imposto de Renda 2020

O Governo Federal prorrogou o cronograma por 60 dias e o prazo final encerra às 23h59 do dia 30 de junho.

Os contribuintes têm até o final deste mês de junho para realizar a declaração do Imposto de Renda 2020. A entrega, que devia ser feita até o dia 30 de abril, foi prorrogada por 60 dias.

O Governo Federal estendeu o cronograma devido ao estado de calamidade pública, por conta da pandemia do coronavírus, porém, é importante se atentar ao novo prazo que vai até as 23h59 do dia 30 de junho.

Quem é obrigado a declarar?

A entrega anual dos tributos é obrigatória. Se você ainda não declarou, deverá iniciar o procedimento em 2020, caso se enquadre uma das situações abaixo. Não precisa ser todas, apenas um dos quesitos já torna obrigatório a entrega da declaração do IR 2020, são eles:

  • Recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano (salário, aposentadoria ou aluguéis, por exemplo);
  • Ganhou mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança);
  • Teve ganho com a venda de bens (casa, por exemplo);
  • Comprou ou vendeu ações na Bolsa;
  • Recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2019 ou nos próximos anos;
  • Era dono de bens de mais de R$ 300 mil;
  • Passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2019 e ficou aqui até 31 de dezembro;
  • Vendeu um imóvel e comprou outro num prazo de 180 dias, usando a isenção de IR no momento da venda.