TSE descobre 64 mil doadores de campanhas eleitorais que recebem auxílio emergencial

Após fazer o cruzamento do banco de dados de seis órgãos federais, o Tribunal Superior Eleitoral constatou doações de beneficiários do auxílio emergencial para candidatos da eleição de 2020. Os 64 mil doadores somaram um repasse de R$ 54,5 milhões, mas são investigados outras cerca de R$ 589 milhões de doações suspeitas.

Além disso, foram identificados 31.725 empresas fornecedoras de candidatos com sócios que são beneficiários do bolsa família.

A Justiça Eleitoral analisará tais casos e poderá considerar tais contas eleitorais irregulares. Por sua vez, o Ministério Público Eleitoral ingressará com ações de investigação judicial eleitoral para apurar o abuso do poder econômico, o que pode gerar a perda do mandato de candidatos eleitos, sem prejuízo de outras consequências graves.

Comente essa matéria com o Facebook: