Um relatório do Tribunal de Contas do Estado encontrou irregularidades no armazenamento de remédios em unidades de saúde de 162 municípios do estado de São Paulo, entre eles, Cajamar.
Segundo matéria exibida no SPTV na noite da última terça-feira (18), dentre os problemas enfrentados, que fazem pacientes da rede pública de saúde não conseguirem adquirir remédios de distribuição gratuita, está a falta de controle em relação ao estoque. A fiscalização do tribunal identificou, por exemplo, que há Unidades Básicas de Saúde sem dados sobre estoque de segurança, ou seja, sobre a quantidade necessária de medicamentos.
Em Cajamar os medicamentos de alto custo estavam guardados em armários quebrados ou sem fechadura.
A reportagem da TV Globo tentou contato com a prefeitura para falar sobre o caso, porém a mesma simplesmente não respondeu aos E-mails.