TJ revoga mais uma liminar de reintegração de posse na Ocupação dos Queixadas

A Ocupação dos Queixadas foi realizada em 13 de julho de 2019 em uma área, que, segundo os ocupantes, estava abandonada.

Foto: Divulgação.

O Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou, em novo julgamento, a anulação da audiência realizada contra a Ocupação dos Queixadas, e, consequentemente, revogou novamente uma limitar de reintegração de posse. Essa é a segunda revogação, a primeira foi dia 20 de novembro de 2020, clique AQUI para acessar a matéria.

“Foi mantida a revogação da liminar de reintegração de posse, conforme a última decisão proferida no processo: 2250014-72.2020.8.26.0000. Com isso ganhamos mais um tempo para lutar, manter a organização e lutar para garantir moradia digna para todas as famílias” – disse um dos advogados dos moradores.

Sobre a ocupação

A Ocupação dos Queixadas foi realizada em 13 de julho de 2019 em uma área no bairro Panorama, que, segundo os ocupantes, estava abandonada há pelo menos 19 anos e não possuía nenhuma função social. Atualmente cerca de 100 famílias moram no local, após a construção de barracos e sem nenhum saneamento básico. Apesar disso, o grupo informa que no local existe, biblioteca, horta comunitária e salão comunitário, com apoio de movimentos como o SINDSEF, CSP CONLUTAS, SINTRAJUD, MST, estudantes e professores da USP que desenvolvem diversas ações solidárias e de auto-organização comunitária.

Clique AQUI para acessar a primeira matéria sobre a ocupação, com a fala da dona do terreno.

Comente essa matéria com o Facebook: