Supostas irregularidades nas prestações de contas da APM da EMEB São Luiz em Cajamar

O valor desviado poderia chegar aos 20 mil reais.

Uma sindicância foi aberta para a apuração de supostas irregularidades nas prestações de contas da APM (Associação de Pais e Mestres) da EMEB Ronaldo Peres Geraldi (EMEB Jardim São Luiz), em Cajamar.

Segundo apurou o Destaque Regional, a nova direção realizou um levantamento do dinheiro arrecadado pela escola durante eventos realizados anteriormente, tais como: festas juninas, festa do cachorro quente, entre outros.

A apuração feita pela nova diretora da escola teria identificado algumas irregularidades, tais como o abastecimento de veículo com dinheiro arrecadado bem como a discordância nos valores prestados.

Diante do caso, uma reunião com integrantes da APM foi realizada, onde a nova diretora expôs a situação. Ao Destaque Regional, uma integrante disse que o valor desviado poderia chegar aos 20 mil reais.

O Destaque Regional tentou falar com a funcionária que está recebendo as acusações, porém, não conseguimos contato. Uma fonte na escola informou que a mesma está afastada por problemas de saúde.

NOTA DA PREFEITURA SOBRE O CASO

Ao Destaque Regional a Prefeitura de Cajamar disse que não tem nenhum acesso ao dinheiro arrecadado pela Associação e que está acompanhando a sindicância aberta, e, em caso de confirmação das irregularidades, o servidor(a) responderá criminalmente, podendo até mesmo ser exonerado(a).

IMPORTANTE

Os recursos que entram são geridos pela Associação que tem CNPJ próprio. Os valores são revertidos em favor da Unidade Escolar, desde que tais ações sejam aprovadas e validadas pelos membros da APM. Entre os serviços estão, aquisição de materiais pedagógicos para projetos específicos e melhorias das condições do ambiente escolar.