segunda-feira, novembro 28, 2022
spot_img
segunda-feira, novembro 28, 2022
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Saúde de Cajamar recebe prêmio de controle da tuberculose

spot_img

O tratamento doença, assim como os testes rápidos para HIV e sífilis, são feitos nas unidades de saúde

spot_img
segunda-feira, novembro 28, 2022
spot_img

A Prefeitura de Cajamar recebeu o “Prêmio de Qualidade nas Ações do Controle da Tuberculose”, concedido pelo Governo do Estado de São Paulo aos municípios que cumpriram as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.
O evento de reconhecimento anual aconteceu dia 20 de março, na Divisão de Tuberculose do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado “Prof. Alexandre Vranjac”, ocasião em que Cajamar foi premiada por conseguir que 93% dos pacientes diagnosticados com tuberculose, realizaram a sorologia ou mesmo, o teste rápido para HIV, no ano de 2017.
Em Cajamar os testes rápidos para HIV e Sífilis, bem como o tratamento da tuberculose pulmonar, são feitos nas unidades de saúde. Já nos casos cujo paciente também é portador de HIV, o tratamento é realizado no CTA- Centro de Testagem e Aconselhamento, localizado no Polvilho, que também realiza o tratamento com antirretrovirais. Já os casos de tuberculose extra-pulmonar – quando a infecção ocorre em outras partes do corpo, que não o pulmão – são tratados exclusivamente no CTA. No ano anterior, 23 pacientes foram tratados de tuberculose na rede municipal de saúde.
O diretor de Saúde, Marcos Bigardi, afirma que o principal desafio para o controle, é diagnosticar a doença o mais rápido possível e alcançar a cura por meio do tratamento adequado, que dura em média seis meses. Durante todo o mês de março, profissionais da saúde realizaram busca ativa e colheram exames, orientando sobre a doença, com objetivo de intensificar a busca por pacientes com sintomas respiratórios.
Tuberculose
A tuberculose é muito comum entre a população infectada pelo HIV. O vírus diminui a resposta imunológica, facilitando assim, o desenvolvimento da doença. Por esse motivo, o risco de contraí-la é quase 30 vezes maior dentro deste grupo se comparado a quem não é portador do HIV. Dessa forma é de extrema importância que seja realizado a sorologia, ou o teste rápido, para que, se o resultado for positivo, o paciente inicie o tratamento com antirretrovirais, para melhorar a imunidade e resposta ao tratamento da tuberculose.
Para mais informações ligue no CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento, localizado na Rua Creusa Ferreira de Araujo, n°245, ou pelo, telefone:4498-0001

Siga o Destaque Regional nas Redes Sociais

98,544FãsCurtir
21,162SeguidoresSeguir
110SeguidoresSeguir

Mais lidas