São Paulo fará 233 mil testes de coronavírus na população vulnerável

Dentre elas indígenas e idosos em abrigos, além de categorias do funcionalismo público como profissionais do sistema penitenciário.

Na última sexta-feira (19), o governador João Doria (PSDB) anunciou que realizará 233,7 mil exames para detectar casos de coronavírus (covid-19). Os testes ocorrerão especialmente em populações vulneráveis, dentre elas indígenas e idosos em abrigos, além de categorias do funcionalismo público como profissionais do sistema penitenciário.

O projeto  é coordenado pelo Instituto Butantan e conta com a parceria com o Centro Paula Souza e as secretarias da gestão estadual. A Plataforma de Laboratórios do Instituto já processou 225,4 mil exames para covid-19, dos quais 130 mil do tipo PCR e 95,4 mil rápidos.

Serão aplicados predominantemente testes rápidos sorológicos do tipo IgM/IgG, que identificam se a pessoa já teve contato com o coronavírus. Para aqueles que apresentam sintomas ou tiveram contato com pacientes confirmados para COVID-19, o exame indicado é o de RT-PCR, que aponta a presença do material genético (RNA) do vírus.

TESTAGENS NOS MUNICÍPIOS DE SP

Por meio de um vídeo nas redes sociais, o Governo de São Paulo informou sobre o funcionamento detalhado das testagens sobre o coronavírus. Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico,Patrícia Ellen, a expectativa é chegar a 5,8 mil testes por milhão de habitantes no período de uma semana, atingindo, assim, patamares acima da Coreia e próximos da Alemanha.

A capacidade de execução de testes diários em SP hoje é cerca de 8 mil. Caso seja feita uma soma de testes do setor público e privado, essa capacidade pode ser de 25 a 30 mil por dia.

Para ajudar na realização de testes nos municípios, a gestão estadual realizou:

  • Distribuição de 250 mil kits de coleta (2 swab de rayon + tubos falcon), considerando o número de casos do município no mês de maio;
  • Capacitação para execução do teste disponível para a atenção primária;
  • Já foram distribuídos 25 mil kits de testagem para 31 municípios: Santos, Osasco, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Santo André, Campinas, Diadema, Barueri, Carapicuíba, Mauá, Mogi das Cruzes, Sorocaba, Jundiaí, São Vicente, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Taboão da Serra, Guarujá, Suzano, Piracicaba, Itaquaquecetuba, Cotia, Itapevi, Embu das Artes, Santana de Parnaíba, São Caetano do Sul, Itapecerica da Serra, Praia Grande e Ferraz de Vasconcelos e Franco da Rocha.