Processo eleitoral de Cajamar finalmente vai para julgamento em Brasília

Após um longo período de tempo de “jogadas” da justiça e dos próprios políticos, e, depois de ter causado uma enorme instabilidade política e moral na cidade, o processo de número final 66912, responsável pela cassação de Daniel Fonseca e Paula Ribas em agosto de 2013, finalmente vai para julgamento no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília.

Se não houver mais nenhum pedido de vista ou nenhuma outra “jogada” ou “brecha” da justiça, o processo poderá ser julgado no dia 13 de Outubro de 2015 e deverá de uma vez por todas por um fim a essa que sem dúvidas, é a fase política mais instável de todos os tempos não só de Cajamar, mas também do Brasil. As alternâncias de poder que aconteceram na cidade, em sua grande parte, tem ligação com a demora no julgamento deste processo.

É importante lembrar que aquele recurso da segunda colocada, Paula Ribas, na qual suspendeu as eleições que aconteceriam no dia 7 de dezembro do ano passado, será julgado. Paula Ribas tem parecer favorável do Ministério Público a favor de sua absolvição. Clique AQUI para ler a matéria da época.

Daniel Fonseca, também entrou com recurso, porém o Ministério Público se manifestou desfavorável ao ex-prefeito. Clique AQUI para ler matéria da época.

Agora, todos os documentos anexados neste enorme processo que tem ao menos, meio metro de altura, serão analisados pelos Ministros no TSE. Tudo pode acontecer, desde a absolvição dos réus ou um dos réus do processo, até a permanência da cassação de ambos.
Para acompanhar o processo em Brasília, Clique AQUI.

Comente essa matéria com o Facebook: