Prefeita realiza reunião com juiz e discute construção do novo Fórum na cidade

Mudanças no atendimento da CMC foram também foram alguns dos assutos
A prefeita Paula Ribas participou de uma reunião no Gabinete do Juiz da 2ª Vara e diretor do Fórum de Cajamar, Dr. Filipe Antonio Marchi Levada, no último dia 19, quando foram abordados vários assuntos relacionados à modernização e melhorias no atendimento do Poder Judiciário da cidade. O Juiz de Direito da 1ª Vara, Dr. José Marques de Lacerda, e o diretor dos Negócios Jurídicos da Prefeitura, Dr. Peterson R. A. do Couto Ramos também participaram.
Na ocasião, a prefeita se comprometeu a disponibilizar uma área para construção do novo Fórum de Cajamar, projeto que será apresentado pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado, em substituição ao atual prédio que é locado pela própria prefeitura, em Jordanésia.
Os juízes elogiaram os servidores da Prefeitura que prestam serviços no Fórum e contribuem muito para agilidade na demanda dos processos.
Outro assunto da reunião foi a reestruturação da Câmara Multidisciplinar de Conciliação e Cidadania (CMC), espaço criado em 2010 com a parceria da Prefeitura e o Tribunal de Justiça de São Paulo, para a solução de conflitos e, consequentemente, evitando a demora de um processo judicial.
A sugestão é que com a vinda do CEJUSC – Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania, a CMC concentre esforços na área social no auxílio às vítimas, familiares e menores infratores. “Esta proposta vai ao encontro dos objetivos da nossa administração que é implantar a humanização em todos os setores e atendimentos à população de Cajamar”, afirmou a prefeita.
Paula Ribas também conversou com o juiz sobre a possibilidade de os detentos em fase de ressocialização possam prestar serviços de manutenção em prédios públicos, gerando economia de mão-de-obra e oferecendo suporte para reintegrá-los à sociedade. A Justiça estudará os meios legais para aplicar a proposta da prefeita. “Levarei o assunto ao corregedor dos presídios do Estado para analisar a viabilidade de firmarmos esta parceria com o município”, disse o juiz Filipe Levada.
Finalizando o encontro, os juízes falaram, ainda, sobre o avanço que o município pode ter no recebimento da Execução Fiscal e a possibilidade do protesto dos títulos antes de se ingressar com ação judicial. “Tudo que for pra melhoria do serviço público terá o meu apoio”, finaliza a prefeita Paula Ribas.

Comente essa matéria com o Facebook: