Polícia de Jundiaí entra em alerta após mensagens sobre desafio da Baleia Azul

A brincadeira da “Baleia Azul” colocou pais, educadores e a Polícia de Jundiaí em estado de alerta. Equipes de investigadores estão trabalhando para rastrear as mensagens divulgadas nas redes sociais, para tentar localizar os autores.
Uma mensagem, de suposto participante – da brincadeira que estimula auto mutilação e suicídios -, anuncia que fará envenenamento de balas com distribuição em escolas do município, para conquistar pontos no “jogo”.
O delegado da Seccional da Polícia Civil, Luiz Carlos Branco Júnior, determinou para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) o início as apurações.
Para facilitar o trabalho da Polícia, a DIG pede para os pais avisarem, no Disque Denúncia, o telefone 181, o número do telefone celular de quem enviou a mensagem.
Os donos serão chamados na Delegacia, para tentar identificar o autor das ameças.
Em outro caso investigado durante as eleições a Polícia Civil de Jundiaí conseguiu identificar as pessoas que fizeram “corrente” com denúncias falsas.
Um dos policiais destacados pelo delegado da DIG, Luiz Carlos Duarte, disse que a pessoa que está distribuindo essa mensagem e colocando os pais em pânico poderá ser presa e será denunciada à Justiça.
ATUALIZAÇÃO
O delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, Luiz Carlos Duarte, disse que após apurações dos policiais ficou claro que a população foi usada em mais uma brincadeira de mau gosto, em uma farsa.
A mensagem distribuída nas redes sociais, de uma suposta participante do Desafio da Baleia Azul, está “rodando” o País todo.
O delegado da DIG disse que em vários estados tem a mesma mensagem, com os “mesmos erros de Português” e “só trocam os nomes das escolas”.
O delegado Duarte disse que os policiais civis foram atrás das informações postadas nas redes sociais e concluíram que foi mais uma mentira. Porém, os pais não podem descuidar dos filhos e devem orientá-los a não aceitar doces de estranhos.
A Polícia Civil de Jundiaí também não registrou nenhum caso de suicídio praticado por participante do Desafio da Baleia Azul, segundo o delegado Luiz Carlos Duarte.
O único caso confirmado até agora foi em Pará de Minas (MG), onde adolescente se matou após fazer o Desafio. E outro caso mostrado pela apresentadora da Globo, Ana Maria Braga, de um adolescente de Santa Catarina, que também tentou se matar e havia mutilações com lâminas pelo corpo.
A psicóloga Juliana Romêra orienta os pais a conversarem com os filhos, para saber sobre o que estão passando e ajudem, com orientações. “Procurem estar atentos às pistas que eles nos dão”.
Fonte: Jornal da Região

Comente essa matéria com o Facebook: