Polícia cumpre mandados de prisão em Santana de Parnaíba

A investigação começou quando um vereador de São Roque foi vítima de sequestro em 2019. Dois dos procurados foram detidos.

Uma operação da Polícia Civil de São Roque (SP) prendeu dois homens de um grupo responsável por roubos e sequestros. Os mandados foram cumpridos na última quinta-feira (4) em Santos, Diadema, Itapevi, Coria, Carapicuíba e Santana de Parnaíba.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação começou quando criminosos invadiram a casa de um vereador, em São Roque, e fizeram ele e a família reféns em outubro de 2019, no bairro Mailasqui. Na época, os ladrões estavam armados.

Segundo a polícia, antes da “Operação Para-raio”, os policiais identificaram que ao menos cinco homens realizavam armados e com violência os crimes, além de torturarem as vítimas.

Algumas pessoas eram levadas para um cativeiro na área rual de Cotia, onde permaneciam sob a vigia dos criminosos enquanto parte do grupo fazia o saque em bancos com cartões das vítimas.

Com informações sobre os sequestradores, a polícia cumpriu mandados em 19 locais no interior, na Grande São Paulo e no litoral. Dois dos procurados foram detidos. Além dos dois homens com mandados de prisão temporária, um terceiro foi preso por ser condenado pelo crime de sequestro e outro em flagrante com drogas.

As fotos do cativeiro mostram que o local era apertado, tinha embalagens de comida e janelas com panos.

Conforme a polícia, foi constatado que dois dos foragidos são responsáveis pelo sequestro de um empresário de Mairinque. O corpo da vítima foi encontrado no dia 3, em Cotia.

Por: Por Carlos Dias, G1 Sorocaba e Jundiaí.