Polícia Civil prende suspeito acusado de matar mulher em Jordanésia

A Polícia Civil de Cajamar prendeu na tarde desta sexta-feira (1), um homem por nome de Zezito, o indivíduo é o principal suspeito no assassinato de Penha Ferreira de Moraes na última segunda-feira (28) no distrito de Jordanésia.
Com 23 anos de carreira, o delegado titular da Delegacia Civil da cidade, Dr. Fábio Lopes Cenachi, concedeu com exclusividade ao Cajamar Notícias, uma entrevista sobre o caso. Segundo o delegado, logo após o crime, foi traçado uma linha de investigação em conjunto com a Polícia Civil de Cajamar e a Guarda Municipal, para início das investigações, que levou com êxito a captura do principal suspeito do crime. O delegado ainda informa que por conta do processo estar em segredo de justiça, não serão divulgados nenhuma informação sobre a identidade do suspeito do crime.
O processo sobre o crime ainda deve permanecer por no mínimo um mês em poder da polícia, até que resultados de exames sejam publicados. Somente após o período, o processo deve seguir para a Justiça.
Ao Cajamar Notícias, o filho de dona Penha, Djon Lenon de Moraes Pereira, de 25 anos, falou com exclusividade. Segundo Djon, o trabalho da Polícia de Cajamar foi satisfatório e rápido; “ Acredito na justiça e gostei do rápido trabalho da polícia em apurar o caso em apenas alguns dias, o quebra cabeça foi montado e com o trabalho da Polícia e da Guarda Municipal da cidade, o principal suspeito foi capturado. Agradeço a todos pelo enorme apoio, agradeço a todos que me enviaram mensagens em especial ao vereador Fabiano Galvão que deu total apoio à família”; – Ressaltou.
Apesar de a polícia não ter divulgado nenhum nome e muito menos o local onde o suspeito morava, o Cajamar Notícias, através de informações, apurou que o homem é morador de Perus, bairro vizinho à Cajamar na Zona Norte da capital.
Matéria: Fernando Crus

Comente essa matéria com o Facebook: