No Polvilho, mulher tenta se matar com faca e é salva por policial

Com muita persistência e técnica foi mantido um elo de confiança entre o SD PM Jeferson e a mulher, onde aproximadamente 1h10min de negociação convenceu que a senhora tirasse a faca de seu pescoço.

Divulgação.

Um mulher, moradora da Rua Antônio Rizardi, no Distrito do Polvilho, em Cajamar, foi salva por um policial na noite do último domingo, dia 3 de janeiro, após tentar se suicidar no interior de sua residência.

Os policiais foram acionados por uma prima que informou para a polícia que ouviu sua prima falando que tiraria a própria vida.

Ao chegarem no local, os policiais SD. Furtunato e SD. Jeferson do pelotão “D” da 3º CIA do 26º Batalhão da Polícia Militar de Cajamar, entraram na casa, onde se depararam com a mulher trancada no quarto com uma faca de corte de aproximadamente 4 polegadas, apoiada em seu pescoço e dizendo em voz alta que iria acabar com sua vida.

Os policiais, sabendo da situação, tentaram iniciar uma negociação para que a mulher soltasse a faca, porém, sem êxito inicial. Com persistência da equipe foi mantido um diálogo com a mulher, onde se demonstrava irredutível em soltar a faca. Após 20 minutos de diálogo pelo local apareceu a irmã de onde tentou dialogar mas também não obteve êxito.

Com muita persistência e técnica foi mantido um elo de confiança entre o SD PM Jeferson e a mulher, onde aproximadamente 1h10min de negociação convenceu que a senhora tirasse a faca de seu pescoço e permitisse a entrada da equipe onde o policial retirou de sua posse o objeto que utilizava para atentar contra a própria vida.

Após retirar o objeto que a oferecia risco, a equipe começou a acalmá-la e convencendo mais uma vez que a mesma fosse ao hospital para passar por cuidados medicos.

Após todo tempo decorrido da ocorrência e obtermos êxito em preservar a vida da mulher e foi dispensado apoio das equipes de prontidão do GATE que deslocavam para o local em apoio. Diante dos fatos foi solicitado apoio da ambulância da região a mulher foi encaminha ao Hospital Regional de Polvilho onde permaneceu em observação médica” – finalizou o policial Jeferson, responsável pela negociação.

Comente essa matéria com o Facebook: