Nível do Cantareira está pior do que ates da crise de hídrica de 2013 diz Somar

Atualmente o sistema opera com 52,5% de sua capacidade em pleno fim da estação chuvosa. No mesmo período em 2013, o reservatório contava com 62%.

Uma das represas do Sistema Cantareira.

Estamos saindo da estação chuvosa e entrando no período seco e o nível das represas do Sistema Cantareira estão preocupantes. é o que diz um artigo publicado pela Somar Meteorologia.

De acordo com o artigo, atualmente o sistema opera com 52,5% de sua capacidade em pleno fim da estação chuvosa. No mesmo período em 2013, o reservatório contava com 62% no seu nível total.

Naquele ano a Grande São Paulo passou um por grande crise hídrica, com racionamento de água generalizado, sendo necessário usar o volume morte da represa e a realização de obras emergenciais.

A chuva ficou abaixo da média em São Paulo nos meses mais chuvosos do verão (dezembro, janeiro, fevereiro e março).

A previsão é que os próximos meses a chuva continue abaixo da média em São Paulo, uma notícia preocupante, uma vez que as médias de chuna no outono e interno já são muito baixas.

O sistema

O Sistema Cantareira é o maior sistema de abastecimento humano do Brasil e um dos maiores do mundo, atendendo mais de nove milhões de pessoas na Região Metropolitana de São Paulo, inclusive as cidades de nossa região, tais como: Cajamar, Santana de Parnaíba, Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato e Mairiporã.

Comente essa matéria com o Facebook: