Mulher de preso tenta entrar com “droga na linguiça” em Franco da Rocha

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões realizadas no último final de semana nas Penitenciárias “Mário de Moura e Albuquerque” e “José Aparecido Ribeiro” de Franco da Rocha.

Na Penitenciária “Mário de Moura e Albuquerque”, PI de Franco da Rocha, foram registradas três casos frustradas de visitantes tentando acessar a unidade prisional:

No domingo, 15, durante o procedimento de vistoria nos pertences de uma visitante, os agentes de segurança encontraram, por meio de procedimento de raio-X, pedaços de linguiça recheados com substâncias semelhantes à cocaína, crack e maconha. O material seria supostamente entregue ao marido dela, recluso no estabelecimento penal.

No mesmo dia, outra visitante tentou adentrar à penitenciária com um invólucro introduzido nas partes íntimas. A descoberta foi feita por meio do aparelho de escâner corporal, que identificou uma imagem suspeita na região da pélvis. A mulher foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Franco da Rocha para fazer a retirada de 70 invólucros contendo substância semelhante à maconha.

Ainda no domingo, por volta das 12h20, esposa de um preso tentou entrar no presídio com 208 micropontos de substância semelhante ao K4. Os entorpecentes estavam escondidos no forro da calça dela.

Já na Penitenciária “José Aparecido Ribeiro”, a PIII de Franco, uma visitante foi surpreendida por agentes de segurança escondendo materiais ilícitos no corpo. O flagrante ocorreu no sábado, 14, por volta das 9h da manhã, quando a mulher passava pelo aparelho de escâner corporal que mostrou uma imagem não identificada no corpo dela. Ela foi questionada pelos funcionários da unidade prisional e acabou confessando que carregava objetos proibidos no corpo.
Tratava-se de aproximadamente 22 gramas de material similar à maconha e 128 gramas de pó semelhante à cocaína.  

Todos os casos foram registrados na Delegacia de Polícia local.