Mocinha de Cajamar faz pulseiras e doa para crianças em hospitais e orfanatos

Até mesmo crianças de outro Estado foram contempladas pela ação. Foram enviadas 100 unidades das pulseiras confeccionadas por Laura para o Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba-PR.

Nesta matéria você vai conhecer a história da pequena Laura, a garotinha tem apenas 6 anos, mas já alegrou o dia de muitas outras garotinhas em suas visitas a hospitais e orfanatos.

Laura Almeida.

Essa mocinha mora com seus pais no bairro dos Portais no Distrito do Polvilho em Cajamar. Em uma entrevista, Virginia (Mãe de Laura) conta detalhes de como tudo isso começou.

“Tudo começou com a vontade da Laura de fazer pulseiras para vender para suas amiguinhas, ela sempre pediu isso para nós, porém, sempre achávamos que essa vontade logo passaria. Após o início da pandemia e as novas restrições de isolamento impostas, no mês de agosto Laura ganhou seu primeiro kit de miçangas para montar suas primeiras pulseiras” relata Virgínia.

A partir de então, Laura começou a vender suas pulseiras por meio da internet, pelo valor de R$ 2,00 reais a unidade ou na promoção de três unidades por R$ 5,00 reais.

No dia 29 do mês de agosto um pequeno evento foi realizado junto ao seu aniversário, a inauguração da “lojinha da garagem”, que era um sonho para a pequena Laura.

Inauguração da Lojinha da Garagem.

No dia da Inauguração muitas amiguinhas compraram pulseiras e então Laura tomou uma decisão e com o apoio dos pais a mocinha decidiu que a cada pulseira vendida, ela doaria uma também para aquelas crianças que não tem condições ou que estejam doentes e até mesmo para aqueles que não tem um pai e uma mãe.

A partir de então a pequena começou a fazer as visitas junto com seus pais em hospitais e orfanatos tanto da região de Cajamar quanto de muitas outras localidades, até mesmo crianças de Curitiba-PR foram contempladas pela ação. Foram enviadas 100 unidades das pulseiras confeccionadas por Laura para o Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba.

Laura ainda tem o novo projeto em mente, ela diz que vai doar seus cabelos para as crianças crianças que tem câncer. “Nós nos surpreendemos com as atitudes da Laura. É um orgulho ser mãe dela”- disse Virgínia.

Veja abaixo um vídeo da pequena Laura produzindo suas pulseiras: