Meio Ambiente e Defesa Civil participam de curso contra pragas urbanas

O objetivo é capacitar os técnicos no trabalho de identificação de pragas urbanas, visando a prevenção de riscos que possam ocorrer no município

Na última quinta-feira (12), a Secretaria de Meio Ambiente e a Diretoria de Proteção e Defesa Civil reuniram-se com o Diretor Técnico, Francisco José Zorzenon, da Unidade Laboratorial de referência em Pragas Urbanas e pesquisador científico do Instituto Biológico (IB), que faz parte da estrutura da Agência Paulista dos Agronegócios (APTA) da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento.

O encontro teve como objetivo a realização do curso teórico, a fim de capacitar os técnicos no trabalho de identificação de pragas urbanas, métodos de detecção das mesmas e avaliação do estado fitossanitário dos indivíduos arbóreos, visando a prevenção de riscos que possam ocorrer no município.

Durante o curso, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os tipos de pragas mais recorrentes no ambiente urbano, e foram orientados sobre o método mais eficaz de identificação, bem como alternativas para o controle e, em alguns casos, a sua erradicação.

Em janeiro, será ministrada a segunda parte do curso, na qual os técnicos irão a campo avaliar o estado fitossanitário dos indivíduos arbóreos e colocar em prática o método desenvolvido pelo Instituto Biológico para a detecção do grau de infestação das pragas nos indivíduos arbóreos, com foco em cupins e brocas, para uma melhor tomada de decisão.