Marido mata esposa e esconde corpo no bairro do Ponunduva em Cajamar

Um crime bárbaro chocou os moradores do bairro do Ponunduva em Cajamar após descobrirem que um homem matou sua esposa e escondeu o corpo por vários dias dentro de casa. Segundo informações do Boletim de Ocorrência, o homem teria espancado e enforcado sua mulher até a morte.
Após o crime, seu marido deixou o corpo na residência e se deslocou para o Bairro Parada de Taipas, na Capital, ficando alojado em casa de parentes. Após alguns dias, Denis Fernando da Silva de 26 anos, se entregou à polícia levando as autoridades até o local do crime, localizado na Rua Paulina no bairro do Ponunduva.
No local, próximo à igreja Congregação, foi descoberto o corpo de sua esposa já com início de decomposição, caído no chão, com sinais de violência e sangue. No local, Denis também confessou que era usuário de drogas, justificando as drogas e pinos que estavam em sua residência.
O crime ocorreu na última sexta-feira (31/03) e descoberto somente na manhã do domingo (2).
Arrependido, Denis Fernando da Silva de 26 anos, autor do crime, se entregou à polícia alegando que matou sua mulher por legítima defesa, pois sua mulher teria o ferido com um facão durante uma desentendimento.
Joana Maria de Brito, conhecida como Irmã Joana, de 45 anos, frequentava uma igreja evangélica no bairro, e era muito querida pala irmandade local.
O casal havia se casado no início deste ano.
Como não houve flagrante, Denis foi indiciado e aguardará julgamento do processo em liberdade.

Comente essa matéria com o Facebook: