Estado reverte decisão e volta as aulas estão mantidas

Após a decisão, o sindicato estuda uma greve dos professores.

Divulgação

O TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo derrubou nesta sexta-feira (29) a liminar que havia suspendido o retorno das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do estado.

A medida veio após o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) impedir na Justiça o retorno das aulas na quinta-feira, decisão derrubada pela liminar de sexta. O sindicato disse que irá recorrer da decisão.

Na nova decisão a Justiça atendeu o pedido do governo e autorizou a retomada das aulas presenciais, mesmo nas fases laranja e vermelha do Plano SP.

Na decisão, o presidente do TJ, Sr. Geraldo Francisco Pinheiro Franco, disse que cabe às famílias decidir se as crianças devem ir presencialmente à escola ou não.

Após a decisão, o sindicato estuda uma greve dos professores.

Comente essa matéria com o Facebook: