EMTU destinará novos ônibus para os municípios da região oeste de SP

Serão mais 18 veículos em operação e 75 novas partidas. As linhas conectam os municípios de Osasco, Barueri, Carapicuíba e Santana de Parnaíba a bairros da capital, atendendo diariamente a média de 49 mil passageiros.

Foto: Jhonatan Henrique - Ônibus Brasil

A EMTU/SP aumentará o número de ônibus e de viagens nos dias úteis a partir desta segunda-feira (01) em 13 linhas operadas pelo Consórcio Anhanguera na região oeste de SP. Serão mais 18 veículos em operação e 75 novas partidas. As linhas conectam os municípios de Osasco, Barueri, Carapicuíba e Santana de Parnaíba a bairros da capital, atendendo diariamente a média de 49 mil passageiros.

“Estamos realizando desde o início da pandemia a operação monitorada, que acompanha em tempo real os fluxos de passageiros. Reprogramamos as tabelas horárias, inserimos novos veículos conforme necessidade, tudo para garantir mais conforto para a população nesse período de oscilação de passageiros em função da pandemia”, comenta o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

As reprogramações foram definidas com base nos acompanhamentos diários da Operação Monitorada, realizados pelos fiscais da EMTU/SP, juntamente com informações obtidas no Centro de Gestão e Supervisão da empresa, que acompanha a operação dos ônibus intermunicipais em tempo real.

Segue a relação de linhas beneficiadas com o aumento de frota e de viagens: 080, 280, 322, 324, 352, 378, 386, 399, 439, 462, 497, 498 e 818.
Informações adicionais sobre os novos horários podem ser obtidas no site
emtu.sp.gov.br.

EMTU/SP – Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios.

Comente essa matéria com o Facebook: