spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Dr Edmilson Lima alerta: Não deixe de escolher o regime de bens do casamento.

Siga o Destaque Regional nas redes sociais

94,787FãsCurtir
16,510SeguidoresSeguir
spot_img
spot_img

 A escolha do regime de bens do seu casamento será um norte tanto em relação a uma possível separação, quanto aos direitos sucessórios em caso de morte de um dos cônjuges.

 Quando a escolha do regime não é feita (pois não escolher, também é uma escolha) o regime que fica é o da comunhão parcial e nem sempre essa será a melhor escolha.

 No regime da comunhão parcial, você só terá direito a herança, caso o cônjuge falecido tenha bens particulares.

 É importante que você saiba que não será todos os regimes de bens que o cônjuge sobrevivente terá direito à herança, da mesma forma que também poderá não ser meeiro (ter direito a metade dos bens).

 A maioria das pessoas não se atentam em relação a escolha do regime de bens no momento em que se casam, e acabam se sentindo prejudicadas no momento do divórcio ou da morte do cônjuge, pela escolha, ou por não tê-la feito.

Outras Notícias

Compartilhe essa notícia

TEMPO AGORA

São Paulo
céu limpo
14.8 ° C
16.9 °
14.2 °
82 %
3.1kmh
0 %
dom
22 °
seg
23 °
ter
24 °
qua
25 °
qui
25 °

Outras Notícias

error: Content is protected !!