Doria diz que pandemia está sem controle, ataca presidente e anuncia soro

Percebem a diferença de um governo que se preocupa com a saúde e com a vida e a existência com um governo que despreza a vida" afirmou Doria.

Foto: Reprodução.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), em novo pronunciamento realizado no início da tarde desta sexta-feira (05), disse que a situação é trágica e dramática na eminência do sistema de saúde de sofrer um colapso no Brasil. O governador não economizou palavras para atacar o presidente Jair Bolsonaro, que, segundo o governador, não vive em nosso mundo e tem atitudes vergonhosas em relação ao combate da pandemia.


Clique AQUI para acessar os dados em temo real dos casos de covid-19 no Estado de São Paulo.


No pronunciamento o governador anunciou que o Instituto Butantã está produzindo um novo soro para ser usado no tratamento de pessoas internadas com o vírus e disse que realizou um pedido à ANVISA para iniciar os testes. “Não há razão para protelar o início dos testes. O soro desenvolvido pelo Butantã tem potencial para evitar o agravamento dos sintomas e curar os contaminados pela covid” – disse o governador.

Continuando os ataques ao presidente, Doria disse: “Percebem a diferença de um governo que se preocupa com a saúde e com a vida e a existência com um governo que despreza a vida” afirmou Doria, se referindo ao Governo Federal.

Doria aproveitou a coletiva para dizer que os 59 restaurantes do Bom Prato continuaram abertos oferecendo gratuitamente alimentos aos mais necessitados, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

O governador também anunciou um novo hospital de campanha para a Capital, em virtude do aumento dos casos de covid-19.

Veja abaixo a íntegra da coletiva de imprensa.

Comente essa matéria com o Facebook: