Detentos de Franco da Rocha fazem consultas por Telemedicina

Projeto piloto em presídios tem usado a tecnologia para fornecer atendimento médico na pandemia, ao todo o projeto atente 17 unidades prisionais confira a lista.

O Governo do Estado de São Paulo divulgou através da Secretaria da Administração Penitenciária que um novo projeto foi implantado para os sistemas prisionais de São Paulo, ao todo, 17 unidades estão sendo beneficiadas pelo atendimento de telemedicina. O projeto piloto foi aplicado no mês de março de 2021.

Dentre os sistemas prisionais beneficiados pelo projeto, o presídio de Franco da Rocha foi um dos selecionados para testar o novo programa.

Desde o início foram realizadas 126 consultas por teleatendimentos e outros 34 deverão ser realizados até o final deste mês em diversas especialidades, como Cardiologia, Clínica Médica, Ginecologia, Dermatologia, Infectologia, Cirurgia Plástica e Psiquiatria.

O projeto foi implantado por conta do cenário apresentado mediante a pandemia causada pelo novo coronavírus, tendo isso em vista, o teleatendimento foi visto como uma ferramenta indispensável. o Projeto preza a agilidade ao atendimento dos custodiados. Os agendamentos continuarão sendo realizados na medida em que são abertas as vagas.

Confira abaixo a lista das penitenciárias que já estão sendo beneficiadas pelo novo projeto:

  • Centro de Detenção Provisória  “Chácara Belém” I;
  • Centro de Detenção Provisória “Chácara Belém” II ;    
  • Centro de Detenção Provisória de Diadema;
  • Centro de Detenção Provisória II de Guarulhos;
  • Centro de Detenção Provisória “ASP Vicente Luzan da Silva” de Pinheiros I; 
  • Centro de Detenção Provisória “ASP Willians Nogueira Benjamin” de Pinheiros II;   
  • Centro de Detenção Provisória de Pinheiros IV;
  • Centro de Detenção Provisória “ASP Éderson Vieira de Jesus” de Osasco I;
  • Centro de Detenção Provisória de Vila Independência;
  • Centro de Detenção Provisória de Santo André;
  • Centro de Detenção Provisória “Dr. Calixto Antonio” de São Bernardo do Campo;   
  • Centro de Progressão Penitenciária Feminino “Dra. Marina Marigo Cardoso de Oliveira” de Butantan;   
  • Centro de Progressão Penitenciária Feminino de São Miguel Paulista;
  • Penitenciária II “Nilton Silva” de Franco da Rocha;   
  • Penitenciária I “José Parada Neto” de Guarulhos;
  • Penitenciária II “Desembargador Adriano Marrey” de Guarulhos;   
  • Penitenciária Feminina da Capital.
Comente essa matéria com o Facebook: