A Diretoria de Cultura, em parceria com o Instituto Brasileiro de Museus, comemora a 16ª Semana Nacional do Museu com a exposição “Conexões e Fragmentos que Formam o Contexto”, um documentário digital que propõe refletir sobre a hiperconexão das pessoas hoje, totalmente dependente da tecnologia e da internet e a hiperconectividade existente em épocas anteriores.
No espaço disponível na Casa da Memória, o tema foi destrinchado, através da exibição do vídeo, que mostra a história da greve entre os Pelegos e Queixadas, que uniu as pessoas e que mesmo com dificuldades, fez durar por sete anos, uma das greves mais importantes do país, que nos mostra a força da verdadeira conexão, que permeia entre a ideologia e a perseverança, resistindo ao tempo e marcando a vida das pessoas.
Após assistir ao documentário, mesmo que seja um pequeno trecho, por ser fragmentado, é possível não apenas entender o que se passou na época, mas pensar em questões como, realmente, estamos hoje; hiperconectados? As relações em que estamos a a maneira como nos comunicamos, consegue transmitir e aproximar as pessoas de nós e das nossas causas, seja ela pessoal ou profissional?
A Diretoria de Cultura convida a todos, a prestigiar a exposição, desenvolvida pelos agentes culturais, Dani Gonçalves, Keila Coes e Tiago Santos, com o material digital editado pelo designer gráfico Henrique Santos, que possibilita de maneira dinâmica e simples, a reflexão sobre diversos questionamentos do nosso cotidiano.