Carla Basson: “quero contribuir para um Estado mais forte”

A Eleição de 2018, para o governo do Estado de São Paulo, será um divisor de águas na vida da tenente-coronel PM Carla Daniele Basson. Conhecida por sua atuação a frente da segurança pública, aos 46 anos é candidata a vice, na chapa de Paulo Skaf (MDB).

Ela adianta que não é política, porém está a disposição para fazer o que for melhor para a população. Nasceu em São Paulo, mas veio para Jundiaí com apenas 1 ano de idade, e considera a cidade sua terra natal.O convite para entrar na vida política surgiu, segundo ela, de maneira tranquila.

“Fui em um evento do SESI e o Skaf também estava e conversamos. Após isto gerou um novo contato e posteriormente fui surpreendida com o convite”, contou.

Visão geral do Estado, Carla Basson tem de sobra. Atuando a frente de unidades operacionais da Polícia Militar, durante os seus 28 anos de profissão, tem conhecimento amplo das necessidades da população e da importância em valorizar os policiais que atendem nas diversas áreas (PM, Bombeiros e Civil).

“Atuar na segurança pública lhe dá conhecimento de praticamente todas as áreas do Estado. Saúde, educação e mobilidade urbana fazem parte da engrenagem da segurança”, completa.

Participação

Com sua experiência em incursões na segurança pública, Carla Basson contribuiu diretamente com o plano de governo de Paulo Skaf. Fez sugestões que foram ouvidas e aplicadas em vários setores da estrutura de gestão.

“As sugestões inseridas foram ajustadas com base na minha visão da família, dentro do aspecto da segurança pública. Skaf já tinha algumas coisas ajustadas e contribui. Com 28 anos na PM há uma diferença entre a teoria e prática e o diferencial é atual na necessidade da população”, explica.

Saúde

A candidata destaca que o Paulo Skaff classifica a saúde no Estado como “está na UTI”. A referência tem como base uma gestão deficitária com filas enormes, pessoas morrendoa espera de de transplantes, sem vagas para hemodiálise, entre outros aspectos negativos. “A falha está na gestão. Há lugares com medicação, mas sem médico para atendimento dos pacientes”, comenta Carla.

Educação

Conhecedora do sistema SESI, pois estudou em uma das unidades da rede, Carla Basson tem certeza que a educação no Estado vai ganhar com as propostas do governador Skaff. “O jovem, no futuro, vai poder escolher o que quer ser e modificar a sua realidade, além de aperfeiçoar o conhecimento. E não esquecendo também em dar estrutura para os professores ”, disse.

Mobilidade

Atuando em padrões de estratégia da segurança, a candidata tem conhecimento das reais necessidades da mobilidade urbana. “Temos inúmeras rodovias no Estado. Há um grande fluxo de veículos diários, por exemplo, entre Campinas e São Paulo, além de outras regiões próximas. Uma das nossas propostas e investir no sistema ferroviário para transporte de passageiros. Trens interligando Sorocaba, Campinas, Jundiaí, São Paulo Santos, entre outras regiões, desafogando o trânsito. Hoje, o que temos de estradas de ferro são utilizadas apenas para transporte de carga”, explicou.

Água

Em 2014, o Estado de São Paulo viveu uma das piores crises hídricas, e a preocupação, conforme Carla Basson explicou, faz parte do plano de governo. “Temos duas barragens sendo construídas nas regiões de Amparo e Pedreiras. Elas irão contribuir com o abastecimento, no entanto, um estudo revelou que há grande perda de água entre a fonte de abastecimento até as torneiras das casas. O desperdício acontece por causa de vazamentos no sistema e isto precisa ser revisto”, argumentou.

Orçamento

Com tanto a fazer no Estado e investir, a candidata a vice-governadora, tem o cuidado em falar sobre as questões de orçamento. “É preciso gestão. Às vezes, mesmo com tanto dinheiro nos cofres, ele não é bem aplicado. O que for possível realizar será feito com o que o orçamento estadual permitir, e iremos também em busca de recursos no Governo Federal e até da iniciativa privada”, sinaliza.

Um ponto que ela destaca sempre é não ser política, mas conhecedora da visão do cidadão. “Sou jundiaiense e a primeira mulher da cidade na disputada de um cargo tão importante. Possibilidade de estar junto ao governo e levar a visão como cidadã. Quero contribuir para um Estado mais forte e, sobretudo mais justo”, concluiu Carla Basson.

Biografia

A tenente-coronel Carla Daniele Basson, tem 46 anos, é candidata ao governo do Estado de São Paulo, compondo a chapa de Paulo Skaf. Nasceu em São Paulo, mas veio com apenas um ano para Jundiaí. É filha de policial militar e tem 2 irmãos: um policial civil e outro empresário. É divorciada e tem um filho de 19 anos, Enzo, que faz Faculdade de Direito.

É formada pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco, onde ingressou em 1991. Foi a terceira turma de mulheres da Academia. Foi 2º tenente em 1994, 1º tenente em 1997 e passou a capitão em 2000. Em 2012, foi promovida a major e em 2015, tenente-coronel. Fez ainda Direito em Jundiaí, mestrado e doutorado em Ciências Policiais de Ordem Pública.Comandou o 35º Batalhão de Campinas, em 2017 o 49º Batalhão e o 11º Batalhão, em 2018, ambos de Jundiaí.

Sempre quis fazer a diferença na sociedade. Tem quase 28 anos de Polícia Militar e conhece a fundo os problemas da Segurança Pública de nosso Estado.

(Texto: Édi Gomes)