Câmara não consegue afastar prefeita

O presidente da Câmara Municipal de Cajamar, Eurico Missé, convocou sessão extraordinária para votar pedido de afastamento da prefeita Dalete Oliveira, na noite de sexta-feira (27).

Como não houve número suficiente de vereador (2/3), ele não conseguiu fazer a votação. Mas os vereadores que estavam presentes criticaram os companheiros e a atual gestão.

O pedido de afastamento ocorre para dar continuidade nas investigações de denúncias de irregularidades na atual gestão.

No mês passado foi criada comissão para investigar denúncias de superfaturamento e cobrança de propina no contrato da INSAÚDE na administração do Hospital Municipal.

Se os vereadores afastassem a prefeita, quem assumiria o cargo é o presidente da Câmara, Eurico Missé.