Cajamar não está na fase “crítica” do coronavírus, afirma Governo de SP

A Secretaria Estadual de Saúde classificou Cajamar fora da lista das 62 cidades em estado de atenção.

Leitos vazios nas unidades de retaguarda de Cajamar.

Conforme a nova atualização do Plano São Paulo, divulgada pelo governo do Estado na última segunda-feira (30), Cajamar, a exemplo da capital e outros municípios paulistas, foi reclassificada para a fase amarela de flexibilização da quarentena. O decreto estadual foi publicado no dia 01 de dezembro, já determinando o início das medidas, que vão valer até o dia 4 de janeiro, dia da nova reclassificação, que só vai acontecer após o Natal e o Ano Novo.

Apesar disso, dados oficiais da Secretaria Estadual de Saúde classificou Cajamar fora da lista das 62 cidades com alto índice de internações. Segundo o Governo do Estado, Cajamar manteve a estabilidade em novos números de casos do novo coronavírus. Desde outubro a cidade estava na fase verde do Plano São Paulo, com comércios e serviços autorizados a funcionar com a capacidade de ocupação de até 60% e autorização para o funcionamento dos estabelecimentos em até 12h diárias.

Com a mudança, a partir de hoje todos os setores devem limitar o público em 40% da ocupação. Além disso, os estabelecimentos voltam a ter o funcionamento limitado à no máximo 10h por dia. Mesmo com essa alteração, salões, academias, teatros, cinemas e parques continuam funcionando, seguindo as mesmas regras.

O decreto ainda proíbe eventos com públicos em pé, e limita o funcionamento dos setores até às 22h.

O QUE MUDA:

  • Eventos com público em pé passam a ser proibidos;
  • Ocupação máxima de shopping centers, galerias, comércio e serviços passa de 60% para 40% da capacidade e o horário de funcionamento passa a ser reduzido de 12 para 10 horas por dia.
Comente essa matéria com o Facebook: