spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Cajamar é referência no controle operacional de merenda escolar

Siga o Destaque Regional nas redes sociais

94,908FãsCurtir
16,628SeguidoresSeguir
spot_img
spot_img

Pode até parecer muita pretensão, mas o Setor Municipal de Alimentação Escolar da Prefeitura de Cajamar (SMAE), praticamente, é uma referência nacional quanto ao controle operacional das cozinhas em serviço. 

Tudo graças ao desenvolvimento de um trabalho sério com base em um relatório de supervisão, uma espécie de check list. Durante visita diária às cozinhas das unidades municipais (sem aviso prévio) trinta e cinco itens são inspecionados durante três horas e meia. 

Técnicas de nutrição analisam clinicamente a higiene pessoal das merendeiras, a preparação e manipulação dos alimentos até a organização na cozinha. São feitas aferições de temperaturas das refeições preparadas e servidas aos alunos. Ainda se verifica o índice de aceitabilidade dos pratos com pesquisa junto aos estudantes. Uma quarta técnica nutricionista faz inspeções rápidas e não agendas nas escolas para se solucionar problemas rápidos. Tudo é anotado para e se transforma num relatório que será analisado pela equipe sob a responsabilidade da nutricionista responsável pelo setor, Jeanice de Azevedo Aguiar.

“O controle operacional realizado em nossa cidade, da forma como acontece, é a alternativa encontrada para conhecer com especificidade as ações de todo o serviço oferecido aos nossos alunos. Essa alternativa tem demostrado ser eficaz e eficiente. Nosso sistema operacional é simples e não requer custos elevados para sua manutenção”, concluiu a nutricionista chefe.

Transporte em caixas de isopor
Em Brasília, durante encontro nacional, uma espécie de vitrine do melhor no setor, Jeanice Aguiar e sua equipe apresentaram os detalhes do transporte de produtos refrigerados (carnes e laticínios) em caixas de isopor com eficiência, sem perda na qualidade dos alimentos. 

Os alimentos são acondicionados adequadamente dentro de caixa de isopor que antes é envolvida por um plástico para que não pegue cheiro, ou em caso de vazamento de líqüidos dos alimentos, não suje.

“Durante o percurso, por várias vezes, é feita a medição da temperatura dos alimentos transportados. Constatamos que por três horas a temperatura não se altera. Este período é suficiente para que realizemos as entregas. A aquisição de um caminhão refrigerado ainda não compensa para nós (SMAE). Caso tivéssemos, seria utilizado meio período por dia”, finalizou Jeanice Aguiar.

Outras Notícias

Compartilhe essa notícia

TEMPO AGORA

São Paulo
céu limpo
24 ° C
24.9 °
23.2 °
44 %
5.7kmh
0 %
sáb
25 °
dom
26 °
seg
28 °
ter
21 °
qua
28 °

Outras Notícias

error: Content is protected !!