Caieiras e Cajamar vão receber 18 novos leitos de UTI

A expectativa é que após a chegada dos novos leitos de UTI, Cajamar, assim como todas as cidades da região norte, devam sair da fase 1 para a fase 2, com a flexibilização da quarentena.

Foto ilustrativa - SILVIO AVILA/AFP

O Governo de São Paulo vai custear 61 novos leitos de UTI para tratamento de pacientes infectados pelo coronavírus. O anúncio foi realizado na última quinta-feira (4) pelo Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

O Secretário disse que pelo menos 10 leitos serão abertos em Caieiras e oito (8) em Cajamar.

“O Governo de São Paulo vem dialogando diariamente com os prefeitos e fazendo análises semanais da evolução da pandemia em todas as regiões. Com o custeio de 61 novos leitos, estamos fortalecendo a capacidade hospitalar do Estado de São Paulo”, destacou Vinholi.

Além de Caieiras e Cajamar, 25 novos leitos serão abertos na Grande São Paulo, totalizando 43.

Zona vermelha

Cajamar está na região norte da Grande São Paulo, que atualmente está na “Zona Vermelha”, com máxima restrição de isolamento social.

Com a nova regra, os números de leitos estipulados pela Comissão de Saúde do Estado são de 170 leitos para toda a Região Metropolitana de São Paulo.

Cajamar faz parte da Região Norte da Grande São Paulo

Cajamar pertence ao CIMBAJU (Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Bacia do Juqueri) que compõe a região norte e para atingir a meta do governo e sair da fase 1, as cinco cidades do consórcio (Cajamar, Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato e Mairiporã), devem atingir a cota mínima com mais 18 leitos de UTI.

Fase 2 após recebimento dos leitos de UTI

A expectativa é que após a chegada dos novos leitos de UTI, Cajamar, assim como todas as cidades da região norte da Grande São Paulo, devam sair da fase 1 para a fase 2, com a flexibilização da quarentena.