AutoBAn derruba liminar que isentava cobrança de pedágio no km 26

Após 400 assinaturas em um abaixo assinado, uma liminar deferida no dia 24 de Janeiro deste ano, em que proibia a concessionária CCR AutoBAn de cobrar a tarifa de pedágio do km 26 da Via Anhanguera, para o moradores do bairro Chácara Maria Trindade, no km 28, a concessionária conseguiu na justiça  na última quinta-feira (23), um agravo instrumental  na qual derrubou a decisão da 15º Vara da Fazenda Pública de SP em que havia dado o direito ao moradores do bairro do não pagamento da tarifa.
“Não existindo via alternativa de acesso ao ferido bairro, não é razoável a que discrimine a população moradia de bairro distante com a cobrança  de tarifa de pedágio dentro do mesmo município” – ressaltou Paula Micheletto Cometti, Juíza na qual deferiu a liminar.
Com o gravo de instrumento da concessionária, as tarifas R$ 8,80 para ída e R$ 8,80 para volta, continuarão a serem cobradas dos moradores, até julgamento do agravo, que por enquanto, não tem data prevista.
O BAIRRO CHÁCARA MARIA TRINDADE
O bairro chácara Maria Trindade se localiza no km 28 da Via Anhanguera no extremo noroeste da capital, ficando no limite entre as cidades de Cajamar, Santana de Parnaíba e São Paulo. Apesar de ser um bairro da capital, os moradores tem que pagar o pedágio para transitar no mesmo município, ou seja, para visitar outros bairros da mesma cidade, motivo para que a ação judicial fosse tomada. 
Insatisfação dos moradores de Cajamar
A cobrança do pedágio no km 26 também é assunto de polêmica em Cajamar, a cidade da Grande São Paulo é uma das poucas cidades vizinhas à São Paulo em que os moradores pagam pedágio para acessar a capital, isolando a cidade da região metropolitana. 
Veja abaixo a cópia da sentença. 
img-20170216-wa0018 img-20170216-wa0017

Comente essa matéria com o Facebook: