Cajamar Noticias

Notícias

 Extra!

Grande São Paulo reduz homicídios e latrocínios no mês de setembro

Grande São Paulo reduz homicídios e latrocínios no mês de setembro
outubro 26
09:58 2017

Os roubos e furtos em geral e de veículos também apresentaram queda no período mensal, que contabilizou ainda recorde de produtividade policial

A Região Metropolitana de São Paulo terminou o mês de setembro com queda nos indicadores de casos e vítimas de homicídios dolosos e latrocínios, além de redução nos roubos e furtos em geral e de veículo.

As mortes intencionais tiveram queda de 6,45% em setembro deste ano, passando de 62 para 58, com quatro ocorrências a menos. O total de homicídios dolosos contabilizados na Grande São Paulo é o segundo menor número de toda a série histórica, atrás apenas de setembro de 2010.

O número de vítimas do indicador apresentou diminuição de 10,61%, passando de 66 para 59 e alcançou o segundo menor número da série, também atrás de 2010.

Assim, as taxas de homicídios chegaram a 9,20 casos e 9,80 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes – de outubro de 2016 a setembro deste ano.

No mês, também houve recuo de 44,44% nos registros de boletins de ocorrência de latrocínio. O total de casos passou de nove para cinco, ou seja, quatro a menos. O número é o menor desde 2011.

No mesmo período, o número de vítimas de latrocínio caiu pela metade, com cinco registros contabilizados em setembro deste ano. O total também é o menor desde 2011.

As ocorrências de estupro ficaram estáveis no mês, com 193 casos contabilizados. Foi registrado um caso de extorsão mediante sequestro em setembro – no mesmo mês do ano passado o indicador havia ficado zerado.

Indicadores de roubos e furtos

Os roubos em geral tiveram redução de 13,79% no mês, passando de 6.344 para 5.469 casos, com 875 a menos. O total é o menor desde setembro de 2013, quando foram contabilizados 4.729 boletins do indicador.

Os roubos de veículo recuaram 7,73%. O total passou de 1.798 para 1.659 ocorrências – 139 a menos. É o menor número desde 2010.

Os furtos em geral apresentaram diminuição de 0,87%. Foram 5.596 no mês passado, ante 5.645 em igual período de 2016. A soma de casos é a menor desde setembro de 2011, quando houve 5.534 ocorrências.

Já os furtos de veículo tiveram redução de 0,66% – passando de 1.958 para 1.945.

Apenas um boletim de roubo a banco foi contabilizado no mês de setembro. No mesmo período do ano passado não houve registro.

Em relação aos casos de roubos de carga, a Grande São Paulo teve elevação de 5,24%, já que o total passou de 191 para 201 no período mensal.

Produtividade policial

O trabalho ostensivo e investigativo das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica na Região Metropolitana do Estado de São Paulo atingiu recorde de prisões e de flagrante de tráfico de drogas em setembro.

No nono mês do ano, o número de prisões na Grande São Paulo foi de 2.878. A quantidade é 6,36% maior em relação ao mesmo período de 2016.

Os flagrantes de tráfico de entorpecentes subiram 11,72% no mês, de 512 para 572 – a maior quantidade da série. O total de flagrantes resultou, no mesmo período, na apreensão de mais de 1,064 toneladas de drogas.

As polícias retiraram 204 armas de fogo das ruas da Grande São Paulo, em setembro. O número é 24,39% maior que no mesmo mês do ano passado, quando foram apreendidas 164 armas de fogo na região.

Compartilhar

Artigos Relacionados