Cajamar Noticias

Notícias

 Extra!

Governo nomeia 1.240 policiais civis e autoriza abertura de 2.750 vagas

Governo nomeia 1.240 policiais civis e autoriza abertura de 2.750 vagas
novembro 01
21:49 2017

taageero-banner
O governador Geraldo Alckmin nomeou, nesta quarta-feira (1º/11), 1.240 novos policiais civis para reforçar o efetivo da instituição. Além disso, anunciou a abertura de concursos públicos com 2.750 vagas para diversas carreiras da Polícia Civil. O evento, no Palácio dos Bandeirantes, contou com a presença do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho.

Além das nomeações e autorizações para abertura dos processos seletivos, foram anunciadas outras medidas que beneficiarão a Polícia Civil, entre elas, a promoção de 63 delegados, a abertura de licitação para a compra de 80 novas viaturas, a modernização de 120 delegacias e restauro da Garagem Alfredo Issa.

“São Paulo hoje é o único estado do Brasil com índice de homicídio abaixo de 10 por cem mil habitantes, como recomenda a ONU. Isso é resultado do trabalho integrado das polícias, incluindo a judiciária, que agora ganha novo impulso com a nomeação de mais 1.240 novos policiais. Zeramos o concurso e já vamos abrir outro”, disse o governador.

Do total de nomeados, 64 são delegados, 907 investigadores e 269 escrivães. Os futuros policiais civis são os últimos aprovados nos concursos abertos em 2013. Os processos selecionariam policiais para 2.301 vagas, entretanto, foram chamados 3.937 candidatos, ou seja, um total aproximadamente 71% maior que o previsto inicialmente.

Após a nomeação, os policiais civis serão empossados e ingressarão nos cursos de formação da Academia de Polícia Civil Doutor Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol), que duram cerca de três meses. Depois de formados, serão distribuídos ao Estado.

“Hoje é um dia para celebrarmos. Estamos terminando um ciclo com a nomeação desses novos policiais para a Polícia Civil e iniciando um outro com a abertura de novos concursos. Investimos e vamos continuar empregando recursos nessa instituição que tem dado tanto orgulho para o povo de São Paulo”, destacou o secretário durante o evento.

Desde 2011, o Governo contratou 4.807 integrantes para o efetivo da Polícia Civil em atuação em todo o Estado. Além disso, já estão em formação mais 116 futuros escrivães e 27 investigadores.
VITA

Novos concursos e promoção de delegados

O governador assinou autorização para a abertura de 2.750 vagas em sete concursos públicos para a Polícia Civil. Os processos selecionarão 250 delegados, 800 escrivães, 600 investigadores, 200 papiloscopistas, 300 agentes de telecomunicação, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas.

Com a contratação do efetivo, o Governo investirá mais R$ 15,5 milhões por mês no pagamento dos salários dos policiais civis.

Ainda durante a solenidade, foi anunciada a promoção de 63 delegados. Do total, 58 subirão da 2ª para a 1ª classe – que é a segunda mais alta na hierarquia, atrás apenas da especial – e os outros cinco ascenderão da 3ª classe, que é a inicial, para a 2ª.

As promoções nas carreiras da Polícia Civil são concedidas de acordo com o tempo de serviço ou por merecimento dos agentes.

Reforço da frota da Polícia Civil

O Governo do Estado de São Paulo autorizou a abertura de licitação para a compra de 80 novas viaturas que reforçarão a frota da Polícia Civil. A estimativa é que sejam investidos cerca de R$ 6,2 milhões na compra dos novos veículos – 25 carros modelo Corsa Hatch, 25 Corsa Sedan, 10 Audi Sedan, além de 20 minivans.

A medida será publicada nos próximos dias, no Diário Oficial do Estado (DOE). Depois da compra e entrega, as novas viaturas serão distribuídas às regiões do Estado.

Desde 2011, foram investidos R$ 241,1 milhões na aquisição de 3.641 viaturas para reforçar a frota da Polícia Civil em todo o Estado.

Modernização de 120 delegacias

Ainda durante o evento, foi anunciada a autorização para o lançamento de um plano de modernização para 120 delegacias. Três unidades (11º Distrito Policial da Capital – Santo Amaro –, 1º DP de São Bernardo do Campo e delegacia sede do Guarujá), que fazem parte de um projeto piloto, estão com o plano de modernização em andamento.

Ainda neste ano, está previsto que mais 12 unidades passem pelas medidas – duas delas na Capital (3º e 33º distritos policiais – Campos Elíseos e Pirituba –, respectivamente), duas na Grande São Paulo (delegacias sede de Itapevi e de Barueri), cinco na região de Santos (7º DP, Delegacia de Defesa da Mulher – DDM e as sedes de Praia Grande, São Vicente e Cubatão), e as outras três na área de Itanhaém (sedes de Peruíbe, Pedro de Toledo e Itariri).

O processo de modernização consiste em reforma na infraestrutura da rede lógica e elétrica das delegacias, garantindo estabilidade e melhoria no tráfego de dados, e a substituição dos equipamentos de informática, que melhorarão o desempenho dos sistemas informatizados da Polícia Civil, como o Inquérito Policial Eletrônico, o LEAD (legitimação à distância) e o Detecta.

A medida ainda prevê a contratação de serviço out sourcing (terceirizado) de impressão, que inclui aquisição de papel e toner, bem como eventuais reparos do equipamento de impressão.

Além disso, haverá a implantação de comunicação visual (placas indicativas) nos plantões dessas delegacias – melhorando a circulação dos usuários -, e de atendentes que auxiliarão na orientação de serviços ao público, além de se prestarem apoio à digitação de ocorrências não criminais com supervisão de policiais.

Restauro do “garajão” da Polícia Civil

A Garagem Alfredo Issa, prédio que abrigava cerca de 1 mil viaturas de diversos departamentos da Polícia Civil,

Compartilhar

Artigos Relacionados