Cajamar Noticias

Notícias

 Extra!

Após polêmica com FENAESC, Jandira escolhe nova empresa para administrar Hospital

Após polêmica com FENAESC, Jandira escolhe nova empresa para administrar Hospital
junho 22
10:15 2017

taageero-banner

Seguindo as recomendações do Ministério Público do Estado de São Paulo, a prefeitura de Jandira suspendeu o contrato com a Organização Social (OS) Fenaesc, que administrava o Pronto Atendimento Municipal (PAM), antigo Hospital Municipal.

Com a medida, foi aberto novo processo licitatório de seleção da nova empresa que ocorreu no dia 19 de junho.

Em Cajamar a FENAESC é alvo do MP por irregularidades ocorridas no Hospital Municipal de Cajamar. O órgão alega que a Fenaesc está envolvida em diversos crimes na cidade atuando, segundo ele, como “uma verdadeira organização criminosas”, que praticou o desvio de, pelo menos R$ 1.859.700,00, em prejuízos aos cofres públicos.

Ministério Público de São Paulo também revelou que parte do escândalo de corrupção que envolve desvio de verbas em Cajamar era para pagar uma igreja de Barueri, conhecida como AD Alpha. A instituição é liderada pela cantora gospel Cassiane.

Luiz Teixeira da Silva Junior (FOTO), Presidente da entidade, teve sua prisão decretada por peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A esposa de Luiz Teixeira, Liliane Bernardo Rios da Silva, também teve prisão preventiva decretada.

Em Cajamar, a entidade que administrava o Hospital Municipal, foi EXPULSA no mês de fevereiro. Na ocasião a Prefeitura informou que a ação se deu por conta de não haver um responsável técnico no Hospital, além de outras irregularidades.

Compartilhar

Artigos Relacionados